Pesquisar este blog

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Quênia luta contra seita ilegal

Nairobi, Quénia (PANA) - O ministro queniano da Segurança Nacional, John Michuki, anunciou terça-feira em Nairobi um plano de controlo permanente dos parques de autocarros e das praças públicas no interior e no exterior da capital queniana para conter a série crescente de crimes na cidade e nos seus arredores.
Michuki afirmou igualmente que o Governo não perdeu a batalha contra a Mungiki, uma seita proibida cujos membros são acusados de ter decapitado seis pessoas segunda-feira.
Membros da seita raptaram no fim-de-semana passado as seis pessoas que decapitaram e depositaram os seus corpos perto dum Comissariado da Polícia, um acto que esta corporação considera como uma provocação.
A decisão do Governo queniano segue-se à detenção de oito suspeitos duma decapitação macabra de quatro pessoas no centro do Quénia.
Entre os acusados figura um financeiro da seita que teria transportado os corpos das vítimas.
"Vamos fazer face a esta situação com os meios de que dispomos", declarou o governante queniano.
Michuki disse em Abril último que o Governo lançará uma guerra contra os grupos que mataram três polícias e incendiaram quatro autocarros como represália.
A Polícia anunciou em Abril último a detenção de pelo menos 10 mil membros da seita.
Nairobi - 23/05/2007
Fonte: Panapress

Related Posts with Thumbnails