Pesquisar este blog

quarta-feira, 25 de julho de 2007

Terapia do abraço

Terapia do abraço

Religiosa indiana que já abraçou 30 milhões de pessoas no mundo vem ao Rio e famosas entram na fila para ganhar carinho

Sabrina Grimberg

Rio - Dá para imaginar uma fila de pessoas só para ganhar um abraço? É isso que vai acontecer quando a indiana Mata Amritanandamayi — conhecida como Amma — desembarcar no Rio terça-feira para um encontro de três dias. A intenção é atender a todos e abraçar cinco mil pessoas — e já tem muita gente famosa disposta a enfrentar a fila.

Já foram 30 milhões de pessoas abraçadas, mas que ninguém espere obter milagres: “Não se pode afirmar isso. O objetivo é tocar as pessoas, despertar o potencial delas”, descreve Maria do Carmo Allesina, executiva do Amma Brasil, que também descarta a expressão ‘abraço curativo’.

A atriz Maitê Proença e a escritora Fernanda Young são admiradoras da líder humanitária e espiritual, que tem como base de sua filosofia o amor incondicional e o trabalho voluntário.

“Finalmente vou ter a chance de abraçá-la”, comemora Maitê, que em 2002 esteve no Ashram (mosteiro) de Amma na Índia: “Ela estava lá e tive a esperança de ganhar o abraço, mas ela não desceu. Agora vai”. Já Fernanda estuda o hinduísmo há dez anos e pretende driblar o caos aéreo para ir ao evento — que é gratuito e acontece nos dias 31, 1 e 2. “Como moro em São Paulo, conto com poderes sobrenaturais para pegar a ponte aérea. Vou sem nenhuma intenção, não quero pedir nada. Levo uma vida boa, feliz e desejo ritualizar a minha fé. Tenho certeza que o que ganhamos, nesses casos, fogem aos olhos”, aposta.

Quem já passou pela experiência prefere guardar para si. “O abraço não tem nada a ver com o ‘free hug’ (abraço grátis) praticado por aí. É maravilhoso. Cada pessoa tem uma sensação diferente”, diz Maria do Carmo, que já viu de perto a bênção individual de Amma, na Itália. No encontro foram oito mil pessoas abraçadas em 30 horas: “Ela ficou sem dormir, sem levantar, sem comer”.

Ana Maria Braga não poderá ir, mas acompanha o trabalho humanitário da indiana. “Ela é maravilhosa, uma avatar do amor, veio para abrir o coração das pessoas para o amor incondicional” , afirma. Amma ficou conhecida ao arrecadar 46 milhões de dólares e fazer trabalho voluntário para as vítimas da tsunami, que atingiu o Sul da Índia, em 2005.

Related Posts with Thumbnails