Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Cientologia é criticada na Holanda

John Travolta, Tom Cruise, Juliette Lewis e Jennifer Lopez são talvez os mais conhecidos simpatizantes da Igreja da Cientologia. Mas nem esses famosos podem evitar que a polêmica instituição seja alvo de protestos. Nas últimas semanas, diversas manifestações contra essa organização ocorreram em várias partes do mundo, incluindo em Amsterdã, na Holanda.

cientologiagrande.jpg
Manifestações também foram organizadas em Boston, Estados Unidos

Um grupo quase desconhecido, denominado Anônimos, organizou manifestações denunciando os cientologistas por "crimes de lavagem cerebral e chantagem". Através da internet, esse grupo de ativistas acusa a Igreja da Cientologia de tirar todas as economias de seus seguidores. Os adeptos da religião, segundo eles, são forçados a oferecer todas as posses e bens aos cientologistas. Para os críticos, essas medidas e técnicas gerariam dependência psicológica aos seguidores.
Na Alemanha e na Bélgica houve até ações jurídicas para evitar e combater a "dependência psicológica e econômica" dos seguidores. Na Holanda, até recentemente havia pouca reação à organização. No entanto, agora, as pessoas que se dizem vítimas estão se organizando.

Combate a seitas
"Nada mais lógico", assegura, o advogado e deputado belga, Luc Willems, que vem, desde os anos 1990, combatendo essa e outras seitas na Bélgica, país vizinho da Holanda, em cuja capital, Bruxelas, está a sede da União Européia.
"As vítimas da Holanda são semelhantes às da Alemanha e da Bélgica. A Igreja tem atuação similar nesses países. Portanto, nada mais lógico que, na Holanda, tenhamos logo o mesmo número de queixas contra a exploração que ocorre nos vizinhos, por parte da Igreja da Cientologia."

Isolamento
A Igreja da Cientologia é muito pequena na Holanda. Mas seus poucos seguidores acabam ficando isolados da sociedade e desprovidos de qualquer alternativa financeira, independente da instituição, segundo Pieter, um ex-seguidor da religião:
"Eles dizem que você não pode adquirir conhecimentos em nenhum outro lugar, portanto, você tem de ficar com eles para descobrir os mistérios anunciados. Eles dizem ainda que sua família, seus amigos e colegas são seus inimigos e forçam você a se afastar deles. Falam que a imprensa em geral, os psiquiatras e psicólogos são loucos e você deve buscar um emprego ou trabalho junto a uma empresa ligada à Igreja. Eles pedem para você ir morar com outros seguidores. Você fica totalmente na mão deles, completamente dependente."
É assim que Pieter - que não quer seu sobrenome divulgado - descreveu como se sentiu forçado a doar todo seu dinheiro para a direção da Igreja da Cientologia. Ele disse que perdeu mais de 600 mil reais.

Busca de liberdade
A Igreja nega essas acusações e diz que as doações são voluntárias. Segundo a porta-voz dos cientológicos da Holanda, Julia Rijnvis, não se trata de uma seita e todos podem sair quando desejarem. De acordo com a porta-voz, o fundador e ideólogo da Cientologia, L. Ron Hubbard, disse que seus ensinamentos deveriam ser vistos como "uma busca da liberdade". E Júlia completa: "Quem não quer a liberdade não precisa ficar com a gente, conforme disse Hubbard".
Ainda de acordo com Julia Rijnvis, "a Cientologia é perseguida por combater os psiquiatras e a indústria psico-farmacêutica". Para ela, "milhões de pessoas foram mortas por esse tipo de indústria".

Definição
Segundo a Wikipédia, Cientologia é um sistema de crenças fundado em 1952 pelo autor de ficção científica L. Ron Hubbard (1911-1986, Nebraska) e oficializado em 1954. Esta religião baseia-se nos livros de Hubbard - "Dianética: A Moderna Ciência da Saúde Mental" (1950), e "Dianética: A Evolução da Ciência e Ciência da Sobrevivência".
O autor considerava a Dianética uma subdisciplina da Cientologia. Até morrer, em 1986, Hubbard publicou centenas de livros sobre Cientologia e apenas alguns sobre Dianética.

Related Posts with Thumbnails