Pesquisar este blog

terça-feira, 14 de julho de 2009

A História das Testemunhas de Jeová - Vídeo



sábado, 11 de julho de 2009

Teste

Acreditamos que, dado que de fato há seitas prosperando no meio consciencial, deveríamos convidar nossos leitores a refletirem e avaliarem os grupos nos quais freqüentam. Quiçá assim possamos ajudar alguém a libertar-se dessas instituições nefastas. Imprima e faça o teste, pensando se você viveu alguma ou várias das situações aqui descritas. Responda sim ou não a cada uma das perguntas, faça sua conta e leia o texto final.

Responda SIM ou NÃO as perguntas a seguir:

1. Ao entrar, percebeu um entusiasmo exagerado da parte do grupo?
2. Teve que substituir suas idéias por outras?
3. Teve que abandonar coisas que eram importantes para você?
4. Sentiu alguma vez manipulação e/ou exploração?
5. Não sabia o que dizer ante o raciocínio dos líderes?
6. Os líderes têm justificativas para tudo?
7. Fizeram-lhe sentir que deveria assumir novas obrigações ou deveres morais?
8. Você precisa doar grande parte de seu tempo ao grupo?
9. Você tem que pagar muito ou cada vez mais dinheiro para ficar dentro do grupo?
10. Você substituiu suas relações pessoais pelas relações com o grupo?
11. O líder do grupo exerce grande autoridade explícita ou implícita?
12. Controlam sua vida, opiniões, sentimentos ou atos?
13. Existem códigos ou indicações de conduta e/ou pensamento explícitos ou implícitos?
14. Você se percebe muitas vezes no limite de suas forças?
15. Você fala sempre dos mesmos temas e assuntos com os demais do grupo?
16. Você sente falta de tempo livre para informar-se sobre outros assuntos?
17. Não se permite a crítica dentro do grupo?
18. Você faz sempre tudo o que pode para agradar ou concordar sempre com os líderes?
19. Você acredita que moralmente existem dois pesos e duas medidas dentro do grupo?
20. Os líderes são designados misteriosamente ou recebem instruções do além (de santos, espíritos, serenões ou magos)?
21. O grupo tem uma missão revolucionária e avançada no mundo?
22. O grupo precisa ter cada vez mais poder e influência?
23. Exigem que você faça trabalhos de divulgação na mídia, ou busque contatos ou patrocínios, ocultando os verdadeiros fins do grupo?
24. Você se sente pequeno, mudo ou fraco ante o líder?
25. Você percebe que está fechando-se cada vez mais em si mesmo?
26. Você percebe que está esquecendo cada vez mais de si mesmo?
27. O grupo tem linguajar, roupas, símbolos, emblemas ou gestos especiais e/ou secretos?
28. Você precisou realizar compromissos ou demonstrações de algum tipo perante os líderes?
29. Você lê livros sagrados ou reveladores, exclusivos do grupo?
30. Proíbem-se outros tipos de leitura, filmes, programas de TV ou músicas?
31. Proíbem-se outros tipos de atividade que as executadas dentro do grupo?
32. Você é obrigado a fazer confissões orais ou escritas?
33. Insiste-se na lealdade eterna?
34. Seu sucesso, fortuna, status, planos ou felicidade nem sempre são bem vistos?
35. Você é convocado com freqüência para reuniões que não pode perder por nada no mundo?
36. Pregam que o ideal máximo é ter relações sexuais diárias ou que não se deve ter nenhuma?
37. O que se fala no grupo é sempre melhor para o grupo do que para você?
38. Você se sente dependente do grupo (não conseguiria evoluir ou se salvar tão bem sozinho)?
39. Faz tempo que você não diz "não" ao grupo?
40. Faz tempo que você não se ausenta por longos períodos do grupo?
41. O líder tem sempre uma resposta pronta para tudo?
42. Você ouve dizer que o plano do grupo não pode falhar, se cada um faz o que lhe é mandado?
43. Dizem que ali é o melhor lugar para se evoluir?
44. É o líder representante de algum ser superior ou mestre invisível?
45. Exigem-se normas de “pureza doutrinária, filosófica, intelectual ou postural”?
46. Maneja-se o conceito de “pecado”, perda do dharma, da salvação ou da programação existencial?
47. Dizem que existe uma ciência sagrada ou superior à ciência moderna?
48. Usam uma linguagem especial, que “os de fora” não entendem?
49. As promessas não cumpridas do grupo são mais do que as cumpridas?
50. Alguém no grupo controla ou monopoliza a distribuição da informação?
51. Há instruções, propaganda ou controle interno?
52. Você acredita conhecer bem o líder, principalmente seu passado?
53. Seus sentimentos em relação a ele são ambivalentes?
54. Você não entende totalmente as opiniões do líder?
55. Você percebeu alguma vez atitudes não racionais ou teatrais em seu líder?
56. O líder pode coisas que outros não podem?
57. O líder dispensa atenção especial as menininhas e mulheres bonitas?
58. Supõe-se que o líder tem certos poderes que você não viu ainda?
59. Você descobriu técnicas de controle ou marketing sendo aplicadas a si mesmo?
60. Abusaram de você em algum momento? Humilharam em público e disseram que era crítica construtiva, agressividade didática ou de mentalssoma?
61. Você sofreu algum tipo de assédio ou pressão para participar de encontros íntimos?
62. Você acredita que sua vida privada é insignificante?
63. Você acabou se afastando de sua família, pois seu grupo máximo é este que freqüenta que é mais evoluído?
64. Tomam as pessoas do grupo decisões por você?
65. Você se flagra sem saber o que fazer ou pensar?
66. Seus estudos ou aprendizagem no grupo parecem não ter fim?
67. Você consultou em algum momento opiniões contrárias ao grupo?
68. Quando o grupo ficou sabendo, houve atitudes de desprezo ou agressão?
69. Há ornamentos e enfeites pessoais que não são bem vistos pelo grupo?
70. Há termos e jargões que o grupo não aceita?
71. Você acredita que o grupo mistura ensinamentos com doutrinação?
72. É o líder enormemente importante para o grupo e o mundo?
73. A captação de novos membros é fundamental?
74. Você precisa pagar cada coisa que o grupo lhe dá mesmo sendo voluntário?
75. As críticas levam à expulsão ou castigo?
76. Alimenta-se uma imagem exterior que está muito acima da realidade do grupo?
77. O líder dá as indicações sobre todos ou quase todos os aspectos da vida?
78. Os membros sentem-se superiores ao resto dos humanos?
79. O grupo tem ou já teve problemas legais ou sociais?
80. O grupo não se sente responsável ante as autoridades?
81. O grupo ensina que a moral habitual não se aplica a seus membros?
82. Diz-se que as relações sexuais devem servir ao grupo, direta o indiretamente?
83. Dá-se grande importância a mostrar-se sempre correto ante os demais para preservar a imagem do grupo?
84. A sobrevivência do grupo vem antes do que a sua?

Total de respostas “sim”:
Total de respostas “não”:

Se as respostas afirmativas forem 30% ou maior do que as negativas é certo que você seja um membro de uma seita (neoseita, neociência, neoreligião, neodoutrina, neofilosofia). Nesse caso, este é o momento de afastar-se de tudo e de todos e parar para refletir. Se tiver dúvidas, leia algum livro sobre as técnicas coercitivas que empregam as seitas e melhor, caia fora. Procure encontrar outras pessoas lúcidas e maduras que já freqüentaram a seita e ouça suas opiniões. Você abrir um grupo no Yahoo para captar este perfil de pessoas e debater democraticamente. Nas seitas, o normal é que os dirigentes se preparem com cuidado para sua nefasta arte de proselitismo, manipulação grosseira ou sutil, lavagem cerebral aberta ou dissimulada. Embora a seita possa ter tido coisas boas para você, pense somente nas coisas fundamentais para você agora: sua liberdade, sua própria dignidade, seu critério, suas próprias alegrias e penas, seus amores, todas as cosas que você poderia fazer se não estivesse no grupo. Com o tempo, você irá perceber que certamente nem tudo foi ruim na seita, mas que o preço que lhe exigiam era desproporcionalmente alto para o que lhe davam em troca.

Você verá que o resto das pessoas também tem amigos, sonhos, conversações apaixonantes, experiências e aventuras de todo tipo. Cada ser humano é único. Você também!

As perguntas deste teste foram baseadas em sua maioria no excelente livro “Captive Hearts, Captive Minds”, escrito por Madeleine Landau Tobias e Janja Lalich, infelizmente fora de catálogo em sua edição estadunidense. Talvez esse seja o livro mais sério sobre as técnicas de recrutamento das seitas e da forma de libertar-se delas. Vale lembrar que o título desta obra significa “Corações cativos, mentes cativas”, que é exatamente o que acontece com as pessoas que entram numa seita.

O verdadeiro, dharma, salvação ou programação existencial está nos anseios de seus coração. Quem não investe em sua programação existencial, fará parte da programação existencial dos outros. Quem não investe em seus sonhos, fará parte dos sonhos dos outros. Ser evoluído é também ser feliz!

Por Dalton Campos Roque - http://www.consciencial.org
*Postado no fórum ex-tjs, por Shurelambers, retirado da lista de discussão Amigos de Ramatís.

Copiado de: Tirando os Tijolos da Torre

Related Posts with Thumbnails