Pesquisar este blog

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Líder da seita Chana quer ter a maior família do mundo


Na Índia existe uma seita religiosa cristã denominada “Chana” que permite a poligamia. Ela foi fundada em junho de 1942 por Challian Chana. Seus membros acreditam que em breve estarão governando o mundo juntamente com Cristo. Hoje, o grupo conta com a adesão de 4.000 membros.
O atual líder desse grupo é Ziona Chana, neto do fundador. Ele tem provavelmente a maior família do mundo. São 39 esposas, 94 filhos, 33 netos e 14 noras. Todos os seus filhos, inclusive os que já são casados, ainda moram com ele. A família toda mora na mesma casa, um prédio de 5 andares e com 100 quartos, em Baktawng, estado de Mizoram, perto da fronteira com Bangladesh. Seu lar (foto) recebeu o nome de Chhuanthar Run – que significa “A casa da nova geração”.
Suas esposas mais jovens partilham um dormitório próximo do quarto privado de Ziona. As mais velhas dormem em um quarto separado, no primeiro andar da casa. Os moradores da cidade dizem que ele gosta de ter sete ou oito delas ao seu lado em todos os momentos. Aos 17 anos, Ziona conheceu e se casou com Zathiangi, sua primeira esposa, três anos mais velha que ele. Desde então, não parou mais de arranjar casamentos.
As esposas de Chana fazem uma espécie de revezamento para partilhar de sua cama. Também fazem turnos para cozinhar, enquanto as filhas limpam a casa e lavam roupa. Os homens da família trabalham na agricultura e cuidam dos animais. Os 167 membros do clã consomem, em média, 40 galinhas, 60 quilos de batata e 90 quilos de arroz em uma refeição. As crianças estudam em uma escola dentro da própria casa, que possui ainda uma oficina e um playground. Eles vivem com seus próprios recursos, mas recebem ocasionalmente doações de seguidores da seita.
Quando era criança, Ziona acreditava que não iria se casar. Seu pai teve sete esposas e ele achava aquilo difícil. Mas agora diz ser um homem abençoado: “Sinto-me o filho predileto de Deus. Ele me deu tanta gente para eu cuidar e que cuida de mim… foi a vontade de Deus. Já casei com 10 mulheres em um ano… Mas continuo pronto para aumentar minha família e quero mais uma esposa”, disse.
Huntharn-ghaki, uma de suas esposas, explica que todas as mulheres de Ziona se dão bem: “é um sistema familiar baseado no amor e no respeito mútuo e genuíno de todos. Por isso é um sucesso”.
O filho mais velho da família, Parliana, hoje tem 50 anos e é o sucessor natural do líder da seita. Ele já se casou duas vezes e tem 13 filhos. Defensor do sistema, ele explica: “A maioria das mulheres com quem meu pai se casou são pobres e órfãs moradoras de nossa vila. Ao se casar com elas, ele deu um exemplo para toda a humanidade. Veja o vídeo original:

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Igreja da Cientologia investigada por tráfico de pessoas nos Estados Unidos

A instituição, de origem americana, é acusada de aprisionar e silenciar dissidentes. Há alegações de espancamento, trabalhos forçados e da existência de “campos punitivos de reeducação”.
A Igreja da Cientologia está a ser investigada por agentes do FBI, que desconfiam que a instituição maltrata os seus fiéis, sobretudo aqueles que manifestam ideias contrárias às da hierarquia ou procuram abandonar a religião.
A investigação, que é negada pela igreja e que não foi confirmada pelo FBI, foi revelada pelo jornalista Lawrence Wright, vencedor de um Pullitzer e reputado no mundo do jornalismo de investigação.
Segundo Wright, a Igreja da Cientologia está a ser investigada por agentes especializados em tráfico de pessoas. A investigação, que abrange a sede da igreja, localizada no deserto da California, não terá passado pela delegação do FBI daquele Estado, por receio de que este estivesse infiltrado pela igreja.
Wright falou ainda com vários dissidentes da religião, que terão relatado práticas abusivas da igreja para com pessoas que procuravam abandonar a fé ou mesmo a sede. Entre essas práticas, inclui-se o aprisionamento numa área a que se chamava “o buraco”, onde eram obrigados a confessar os seus erros e a lutar pelo seu direito de permanecer na base.
Há ainda alegações de espancamento, trabalhos forçados e da existência de “campos punitivos de reeducação”.
Embora o tráfico de pessoas seja entendido normalmente como referente a casos de prostituição forçada ou imigração ilegal, os abusos psicológicos e o aprisionamento contra a vontade também se enquadram nesta categoria.
A Igreja da Cientologia foi fundada pelo escritor de ficção científica L. Ron Hubbard. Conta com várias figuras públicas entre os seus mais destacados membros, como, por exemplo, Tom Cruise e John Travolta. É actualmente liderado por David Miscavige.
A igreja rejeita todas estas acusações e alega que não passam de vinganças de ex-membros rancorosos.

Do Notícias Cristãs

Related Posts with Thumbnails